FAQs Perguntas Frequentes | 8 Visitantes online 
BOOKING.COM
 
  
Portugues Espanol English
Utilizador:


HOME PAGE
 :: PÁGINA INICIAL
 
Pagina Inicial
ler mais ...
ler mais ...
ler mais ...
ler mais ...
mais informações...
ler mais ...
ler mais ...
ler mais ...
ler mais ...
  Aldeias Históricas

Marialva é uma das aldeias histórias do nosso país e situa-se a poucos minutos de Mêda.
Esta aldeia, uma das relíquias vivas da nossa ancestralidade, transporta-nos às raízes mais profundas da nossa história. Foi sucessivamente destruída pelas invasões dos Bárbaros, dos Árabes e dos Cristãos até ao século XI; em 1063 o castelo é tomado aos mouros e em 1179 o 1º foral é-lhe concedido pelo rei D. Afonso Henriques. No ano de 1200 o castelo é mandado reconstruir e restaurar por D. Sancho I tendo sido posteriormente ampliado por ordem do rei D. Dinis.
Ao entrar em Marialva, fica-nos a sensação que entramos num cenário histórico, pronto para a rodagem de um filme medieval. As ruas, ladeadas por edifícios resistentes ao tempo, conduzem-nos à cidadela cercada pelas muralhada em cujas ruínas perdemos a noção do tempo. No interior destacam-se a Praça, solenemente assinalada pelo Pelourinho e pelo edifício da antiga Câmara, também tribunal e cadeia (séc. XVII); alguns metros mais à frente a torre de menagem e a Igreja de Santiago. De permeio, e ao nosso lado direito um maciço granítico eterniza desta forma as palavras do escritor:

"... é este conjunto de edificações em ruína, o elo misterioso que as liga à memória presente dos que viveram aqui, que subitamente comove o viajante, lhe aperta a garganta e faz subir lágrimas aos olhos."
In "Viagem a Portugal" de José Saramago.

  A pouca população que habita nas edificações fora das muralhas é idosa. É uma população que sente o isolamento, a partida dos filhos e dos netos, com a mesma intensidade com que assume o elo que as liga aquela terra. Têm no rosto o olhar hospitaleiro das gentes beirãs, rubricados pela autenticidade das rugas do rosto.

Numa tarde escaldante de Verão sou surpreendido pela Dona Olívia e pelo marido que me oferecem, com o seu tracto hospitaleiro, um copo "do puro vinho das nossas terras". A meio da conversa abordam ao de leve a maldição da Maria Alva. Estes são os verdadeiros habitantes de Marialva, de fácil e puro relacionamento.
Marialva marca-nos pela simplicidade.

O sol começa a desaparecer no horizonte; os pássaros, habitantes fieis daquelas paragens, regressam para mais uma vez partilharem a noite com as ruínas da aldeia, e com os poucos habitantes da aldeia.

Marialva é sem dúvida um local a não perder e que recomendamos conhecer. Visitar Marialva é percorrer as nossas origens mais profundas, é sentir o tempo parar à nossa volta, e sentir saudade ainda antes de partir.

Acessibilidade: pela estrada EN 102 (futura IP2) que liga Macedo de Cavaleiros a Celorico da Beira.



 
Partida:
Destino:

Não utilize cedilhas nem acentos gráficos

Powered by:

 Search Hotels

 Location / Localização:


Powered byGoogle
DOURONET em PORTUGUÊS :: DOURONET en ESPANOL :: DOURONET in ENGLISH